20.6.09

cansaço



ao contrário do que se pensa, eu estou cansado. pois é, bem cansadinho, diria eu e aos gritos, ainda por cima.

ultimamente tudo tem sido tão feito a pensar, pensar, pensar e pensar. aí, pra melhorar um pouco, eu penso mais um pouquinho e chego à conclusão de que pensar tanto, sobre tanta coisa é quase tão útil quanto sair de guarda-chuva em dia de sol. por um lado, a gente leva o guarda-chuva por precaução, nunca se sabe como o tempo irá ficar, porém completamente desnecessário, por que, mesmo que chova, não faz mal algum se molhar um pouquinho até chegar em casa e tomar um banho reconfortante e quentinho.

entre conversas, surge o fato: you can't stand it anymore, can you?. não, não aguento mais. é tanta coisa, tanta pressão. e, infelizmente, o meu único sentimento é o de impotência. e não honey, não é o cigarro! é impotência perante às coisas importantes. é ruim ter a consciência de que não se pode fazer nada, por que afinal, não depende de ti. minha vontade é de chacoalhar e dizer: poxa! tu não enxergas?! pra mim é tudo tão óbvio, complicado mesmo acho é entender o que me pedem sem me falarem. volto então à inércia da impotência. já diriam os rapazes do keane: "tied up to the ground" - bem assim mesmo, amarrado, sem força e muito menos vontade pra seguir.

alguns me tem por uma pessoa que acredita demais nos outros. sim, sou bem assim. confio e acredito que o mundo pode ser melhor em muitos aspectos a partir da boa vontade do homem. creio sim que podemos ser melhores uns para com os outros sem muito stress. sempre acho que tudo que é feito hoje, pode ser repensado amanhã. acredito na mudança das pessoas. porém, muitos fatos já me levaram a desistir dessa ideia. contudo, alguns outros me deixam realmente firme na luta da crença (meio utópica) na bondade humana. acho que vai chegar um dia em que vão olhar pra trás, ver o que foi feito e tentar seguir com outra ideia. no meu caso, estou esperando uns bons 15 anos da minha vida isso acontecer, porém 'tá difícil'.

penso também se é possível ser tão cego? tudo bem, já dizem as línguas que o pior cego é aquele que não quer ver. concordo. mas não entende o porquê deste 'não querer ver'. algum motivo específico? medo da realidade? vergonha de aceitar os próprios erros? isso é ser homem! não a violência explícita que faz o outro chorar. isso só causa mágoa, constrangimento e dor.

tudo poderia realmente ser mais simples. é só não termos aquela habilidade nata de querermos complicar tudo. não é à toa que descobriram há muitos e muitos anos que 2+2=4, porém até hoje existem pessoas que tentam explicar se é isso mesmo ou não. ok, podemos até entrar na discussão da vontade de comprovar pra descobrir o novo. mas tem certas coisas que não são necessárias à prova. já estão delimitadas e demarcadas. diriam muitos amigos meus: aceita. bem isso, aceita e não complicado. muito obrigado por ouvir!

enfim, esse texto realmente não teve um fim muito específico, muito menos uma intenção explícita. mas como já citei, não precisa ser entendido o porquê pra ser aceitado. já diria clarice lispector: 'não tente entender. viver ultrapassa qualquer entendimento.' obrigado por existir clarice, vou tentar espalhar sua ideia por aí e com grande e boa intencionalidade.

[rafa deságua suas ideias aqui sempre que sente sua mente transbordar. passa por n situações em sua vida que o levam a crer que o mundo não faz sentido algum. se auto-corrige e edita sempre que possível e com grande mágoa de vida no peito gritando por socorro.]

3 comentários:

Alice disse...

a Clarice é legal né!? pena que ela escreveu tb umas outras coisinhas com as quais me identifico mais do que deveria (vide postagem de hj).

sobre a bondade humana, lembro de ti, questionando sobre ela, à beira da estrada, numa certa manhã de domingo...

naquele dia, depois de quase desistirmos dela, eis que surgiu, tu lembras?

Di disse...

Nem sempre podemos pensar iguais ao outros, pois cada um tem seu motivo e visão diferente das coisas...

E como diria uma música de um dupla que tá fazendo sucesso e um dia recebi um trecho dela por mensagem de texto:

"...sem ser necessário entender..."

Boa semana mano!

;)

Fala garoto, fala garota. disse...

Bom, já que não sei do que se trata, aconselho palavras amigas como: força! não desanime!
mas fica muito genérico...
bjo!