11.11.08

invasão

final de semestre chegando, provas batendo à porta, acompanhadas de seus benditos amores: os trabalhos e tudo isso me deixa em pé de guerra com a minha preguiça.
todo dia ele faz tudo sempre igual, se sacode às 6:00 da manã. sorriso pontual?ah! tá de brincadeira né?
todo dia é um caminho novo, uma frase velha, uma música banal. todo dia é aquele cabelo ao vento, despontando aos quatro cantos do mundo, ou uma voz cantarolando out loud uma música por estar feliz, ou apenas ouvindo e refletindo sobre a vida.
poxa, reflexão é algo que não falta. o dia inteiro, o tempo todo. as unhas roídas ao máximo. sempre ouve-se um: tira essa mão da boca, guri! mas não adianta. ainda mais nessas épocas de tentar voltar a uma vida saudável. sim, saudável. sem narcóticos alguns. to precisando melhorar.
to sempre querendo melhorar o mundo, os outros, achar a perfeição formal (quase um parnasiano) do dia a dia. coisa impossível se a partir de mim mesmo eu não conseguir fazer nada disso. há quem pergunte: mas pra quê tudo isso? ao passo que responde: nem mesmo sei direito o porquê!
enfim... em tempos modernos, de constantes mudanças (ou adaptações?) fico aqui perdido. só esperando as provas invadirem a minha casa e me levarem à loucura. e os outros que aguardem, mas nunca esqueçam que sempre há tempo pra tudo: pra tudo!

2 comentários:

Alice disse...

...e assim os outros esperam...

e esperam.

Di disse...

o tempo é precioso...

precisamos estudar,
precisamos amar,
precisamos se adaptar...
mas principalmente, precisamos APROVEITAR e ser FELIZ!

;)